Tag Archives: Bruno Barreto

O Caminho das Nuvens (2003)

O Caminho das Nuvens é um filme brasileiro de 2003, do gênero drama, dirigido por Vicente Amorim. O filme foi produzido por Bruno Barreto e Ângelo Gastal; a trilha sonora é de André Abujamra.

Romão é um pai de família da Paraíba que está desempregado e decide enfrentar a estrada para chegar ao Rio de Janeiro, em busca de um emprego que lhe pague o salário de mil reais por mês, e assim propiciando vida digna a sua família. Para realizar este sonho, ele percorre 3.200 quilômetros de bicicleta, acompanhado da mulher Rose e dos cinco filhos, enfrentando fome, calor, cansaço e violência.

Advertisements

Última Parada 174 (2009)

Última Parada 174 é um filme brasileiro de 2008 dirigido por Bruno Barreto, escrito por Bráulio Mantovani, produzido pela Moonshot Pictures e estrelado por Michel Gomes e Marcello Melo Jr. O filme é uma ficção baseada na história verídica de Sandro Barbosa do Nascimento, menino de rua do Rio de Janeiro que sobreviveu à chacina da Candelária e, em 2000, sequestrou um ônibus. No dia 16 de setembro de 2008 o filme foi escolhido pelo Ministério da Cultura como representante do Brasil na disputa pelo Oscar de melhor filme estrangeiro na cerimônia de 2009.

O que é isso, companheiro? (1997)

O Que É Isso, Companheiro? é um filme brasileiro de 1997, dirigido por Bruno Barreto, com roteiro parcialmente baseado no livro homônimo de Fernando Gabeira, escrito em 1979. Produzido por Luiz Carlos Barreto, é estrelado porPedro Cardoso, Fernanda Torres, Cláudia Abreu, Matheus Nachtergaele, Luiz Fernando Guimarães e tem uma participação especial de Fernanda Montenegro e do ator norte-americano Alan Arkin no papel de Charles Burke Elbrick, entre outros.

Lançado nos Estados Unidos com o título de Four Days in September, concorreu ao Oscar de melhor filme estrangeiro daquele ano.

Sinopse:

O enredo conta, com diversas licenças ficcionais, a história verídica do sequestro do embaixador dos Estados Unidos noBrasil, Charles Burke Elbrick, em setembro de 1969, por integrantes dos grupos guerrilheiros de esquerda MR-8 e Ação Libertadora Nacional, que lutavam contra a ditadura militar instalada no país em 1964 e pretendiam trocar o embaixador por companheiros presos.

Alguns nomes dos personagens ligados à guerrilha foram trocados em relação a seus nomes verdadeiros no livro e na vida real.

American Film Institute 1997 (EUA)

  • Prêmio do Público – Melhor Longa MetragemBruno Barreto (Venceu)

Óscar 1998 (EUA)

  • Melhor Filme Estrangeiro (Indicado)

Festival Internacional de Berlim 1997 (Alemanha)

Sociedade de Cinema Político 1999 (EUA)

  • Prêmio PFS – Democracia (Venceu)
  • Prêmio PFS – Exposé (Indicado)

Semana Internacional de Cine de Valladolid 1997 (Espanha)