Tag Archives: Cao Hamburger

O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias (2006)

O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias é um filme de drama brasileiro de 2006, dirigido por Cao Hamburger, que também escreveu seu roteiro, com Adriana Falcão, Claudio Galperin, Bráulio Mantovani e Anna Muylaert. É estrelado por Michel Joelsas, Germano Haiut, Daniela Piepszyk, Caio Blat e Paulo Autran. Foi distribuido no Brasil por Buena Vista International.2 3 4 Foi indicado pelo Ministério da Cultura para o Óscar de 2007 de Melhor Filme Estrangeiro. 5Esta escolha foi inesperada, pois acreditava-se que Tropa de Elite, de José Padilha, fosse indicado. 6

Em 1970, Mauro é um garoto de doze anos, que adora futebol e jogo de botão. Um dia, sua vida muda completamente, já que seus pais saem de férias de forma inesperada e sem motivo aparente para ele. Na verdade, os pais de Mauro foram obrigados a fugir por serem militantes da esquerda, os quais eram perseguidos pela ditadura militar, e por essa razão decidiram deixá-lo com o avô paterno. Porém, o avô falece no mesmo dia que Mauro chega em São Paulo, o que faz com que Mauro tenha que ficar com Shlomo, um velho judeu solitário que é seu vizinho. Enquanto aguarda um telefonema dos pais, Mauro precisa lidar com sua nova realidade, que tem momentos de tristeza pela situação em que vive e também de alegria, ao acompanhar o desempenho da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970.

Veja também 11 filmes para entender a ditadura brasileira.

 

Xingu (2011)

Xingu é um filme brasileiro de 2011 dirigido por Cao Hamburger e roteirizado por ele, Elena Soárez e Anna Muylaert. Estrelado por João Miguel, Felipe Camargo e Caio Blat, o filme conta a trajetória dos irmãos Villas-Bôas a partir do momento em que se alistam para a Expedição Roncador-Xingu, parte da Marcha para o Oeste de Getúlio Vargas, em 1943.

A produção do filme foi iniciada após o pedido da família Villas-Bôas a Fernando Meirelles, que indicou Cao para a direção do filme. O diretor aceitou a proposta, pois se interessou pelo assunto e por não entender como essa história foi pouco divulgada. A maior parte das filmagens ocorreram no Tocantins e no parque Indígena do Xingu, durante um período de dez meses.

Prêmios

O longa ficou em terceiro lugar na 14ª edição do Prêmio do Público para os títulos da mostra Panorama entregue durante o Festival de Berlim.2 Xingu concorreu para o melhor filme no Festival realizado em Oslo, Films from the South.19 O filme foi indicado a cinco categorias no 7º Prêmio Contigo de Cinema: “Melhor Filme”, “Melhor Ator” (João Miguel), “Melhor Diretor (Cao Hamburger), “Melhor Fotografia” (Adriano Goldman) e “Melhor Trilha Sonora” (Beto Villares),20 ganhando apenas pela “Melhor Fotografia”.

Fonte: wiki