Tag Archives: Walter Salles

Cidade Baixa (2005)

Cidade Baixa é um filme brasileiro dirigido por Sérgio Machado. A produção é de Maurício Andrade Ramos e Walter Salles. A fotografia de Toca Seabra. A trilha sonora é de Carlinhos Brown e Beto Villares.

É um triângulo amoroso entre uma prostituta e dois homens que fazem transporte marítimo. Eles seguem para a Cidade Baixa de Salvador. Entre as dificuldades de relacionamento, o filme mostra o cotidiano das pessoas dessa região. Fala de pobreza, drogas, prostituição e violência.

Deco (Lázaro Ramos) e Naldinho (Wagner Moura) se conhecem desde garotos, sendo difícil até mesmo falar em um sem se lembrar do outro. Eles ganham a vida fazendo fretes e aplicando pequenos golpes a bordo do Dany Boy, um barco a vapor que compraram em parceria. Um dia surge Karinna (Alice Braga), uma stripper que deseja arranjar um gringo endinheirado no carnaval de Salvador a quem a dupla dá uma carona. Após descarregarem em Cachoeira, Deco e Naldinho vão até uma rinha de galos. Naldinho aposta o dinheiro ganho com o frete, mas se envolve em confusão e termina recebendo uma facada. Deco defende o amigo e ataca o agressor, mas os dois são obrigados a fugir no barco, pois Naldinho está ferido. Na fuga, Karinne ajuda a dupla e vai com eles rumo a Salvador. Enquanto Naldinho se recupera, Deco tenta conseguir dinheiro para ajudar o amigo. Aos poucos a atração entre eles cresce, criando a possibilidade de que levem uma vida a três.

Advertisements

Abril Despedaçado (2001)

Abril Despedaçado é um filme suíçofrancobrasileiro de 2001, dirigido por Walter Salles e baseado no romance Prilli i Thyer de Ismail Kadare, adaptado por Karim Aïnouz.1

Foi esse filme que deu visibilidade internacional para o ator Rodrigo Santoro e lhe trouxe convites para filmar fora do Brasil.

Apesar de ter sido o representante brasileiro na disputa para tornar-se finalista entre os concorrentes da categoria melhor filme estrangeiro no Oscar de 2002, Abril despedaçado apenas chegou aos cinemas brasileiros em 2002. O filme foi exibido durante apenas uma semana, em uma sala de cinema de Salvador, em outubro de 2001, para que tivesse condições de ser escolhido como representante brasileiro ao prêmio.

Em 1910, no sertão brasileiro, vive um jovem de vinte anos que passa a ser estimulado pelo pai a vingar a morte de seu irmão mais velho, assassinado por uma família rival.

Prêmios

2002 Globo de Ouro Melhor Filme Estrangeiro2 Indicado
2002 BAFTA Melhor Filme Estrangeiro3 Indicado
2002 Festival de Cinema de Havana Melhor Direção Venceu